domingo, 22 de agosto de 2010

Run!


Corra, as pessoas não notam sua presença
você é só mais uma das milhares de pessoas que passavam por ali
não tinha importância!

Seus passos ecoavam pela estação com seus saltos finos de 10 cm
sua meia calça fio 70 pinicava levemente em sua coxa

Você se empurrava no meio dos tantos corpos que estavam a sua frente
Nem percebeu que começava a correr e perdia uma pulsação
Seu nariz ardia devido ao ar seco
mas você não se importava.

Estava ofegante
somente agora percebeu que seu sobretudo pesava
e talvez fosse isso que lhe impedia de andar mais rápido
Seu relógio de ouro dançava em seu pulso fino 
você notou a presença do mesmo, e seus olhos vagaram pela pequena tela circular do mesmo
Você estava atrasada
Não podia se atrasar!

O barulho do metrô rangia nos trilhos
você não podia perde-lo
Ao descer a escada rolante sem perceber que a mesma era rolante
você escutou o apito e logo as portas iriam se fechar
Você se desesperou
Nem lembrou do café expresso em sua mão
que agora já não estava tão quente...

Firmou sua pasta e segurou a alça de sua bolsa
As portas já se fechavam
mas você conseguiu entrar
por pouco...

Seus dedos pálidos seguraram na barra a sua frente.
Sua face não expressava emoção alguma...
Seus olhos não tinham brilho
Você só queria chegar no seu destino. 
   

2 Opiniões Formadas:

Hara Haira disse...

nossa profundo ...

Gabriel Silveira disse...

ótima descrição, você escreve muiito bem; continue postando !! \o/